Meu povo, agentes de esperança no Amazonas

Mais de 15 mil pessoas no anfiteatro da Ponta Negra

O dia 15 já se tornou um dia inesquecível na minha, e na vida de milhares de pessoas. Primeiro porque foi mais um aniversário que Deus me concedeu. Segundo porque pude participar de um mega evento como o Impacto Esperança em Manaus. Terceiro, vivi o momento histórico do retorno da Luzeiro aos rios do Amazonas. Quarto motivo pelo qual esse dia será inesquecível, é que nunca imaginei tanta gente cantando os “parabéns pra você” no meu aniversário, com fogos de artifício e tudo! Foi tudo de bom. Abaixo o texto escrito por mim publicado nos sites www.aceam.org.br e www.unob.org.br. As fotos fotos são da jornalista Shirley Rueda, que por providência divina é minha jornalista! Confira as mais de 200 fotos nos sites das instituições e deixe o seu comentário sobre absurdo de agentes da esperança!

Adventistas vivem momento histórico ao levar esperança sobre ruas e rios do Amazonas

Saída às 7h da manhã da Marina do Davi rumo às comunidades

O sábado amanheceu nublado em Manaus, e região metropolitana. Os adventistas acordaram cedo e se preparam para ir à igreja, uniformizados e munidos com dezenas de revistas cada um. Às 6h da manhã um grupo se reunia na Marina do Davi, às margens do rio negro para outra missão especial. Todos partilhavam da mesma preocupação com as nuvens escuras que cobriam céu, dando sinais de uma forte chuva a caminho. O dia 15 de maio seria marcado tanto pelo que a igreja iria realizar, quanto pelo que Deus preparava para o seu povo.

Quem vive no Amazonas é bem conhecedor do clima quente, e do sol intenso na região logo nas primeiras horas do dia. Sabe também que quando a chuva cai, pouco pode-se fazer quando se trata de trabalho a céu aberto. As horas foram passando, o momento de impactar chegou e a preocupação com esse cenário deu lugar ao início de um filme que vai ficar na mente, no coração, e na história de cada personagem que atuou nesse dia.

A chegada de dezenas de pessoas uniformizadas, pastores, profissionais de saúde e repórteres chamou a atenção dos trabalhadores da marina. Praticamente todos pararam o que faziam para ver a breve cerimônia e as orientações dadas pelo líder da IASD na região noroeste, pastor Gilmar Zahn. No local, três grandes embarcações aguardavam com os motores ligados. A principal delas, a lancha Luzeiro XXVI estava nova e havia entrado na água no dia anterior.

Todos partiram por volta das 7h, e enquanto cortavam as águas rumo às comunidades de Fátima, Livramento, e Tiú os barcos eram filmados e fotografados. Esse foi o retorno dos trabalhos do projeto Luzeiro, criado em 1931, pelo casal estadunidense Léo e Jessie Halliwel na região amazônica.  As equipes de reportagem da TV Amazonas, e TV Acrítica acompanharam todo o percurso dando destaque ao trabalho social da Igreja feito no interior, e ao fato do sábado ser observado pelos adventistas.

VEJA TODAS AS FOTOS

Na comunidade de Fátima o atendimento médico fez com que os moradores formassem filas para serem atendidos. Na comunidade Livramento, além do atendimento médico a Educação Adventista da ACeAm entregou uma casa feita em alvenaria para uma família carente. Na ocasião, o pastor Zahn e os administradores das duas associações sediadas em Manaus, lançaram a pedra fundamental da igreja que deverá surgir no local em pouco tempo. No Tiú além dos atendimentos médicos, a Igreja reinaugurou uma sala de aula. Cerca de 2 mil pessoas foram atendidas durante toda a manhã.

Os voluntários do “Impacto Esperança aos ribeirinhos” começaram a chegar ao anfiteatro da ponta negra às 15h, ao mesmo tempo em que uma multidão tomava conta do cartão postal da cidade. Milhares de pessoas, homens, mulheres, jovens e crianças ainda contagiados pelo Impacto Esperança desfrutavam de um clima agradável, sem chuva e sem calor e sem o sol típico para o horário. O encontro de quem levou esperança através das águas, e das ruas atraiu a mídia, e foi repercutido em vários veículos de comunicação.

No palco os líderes da Igreja Adventista envolveram a multidão em cânticos e louvor. Os alunos das escolas adventistas cantaram e abriram uma série de músicas interpretadas pelo grupo Cânticos Vocal. O histórico das Lanchas Solidárias foi apresentado, uma homenagem aos pioneiros emocionou os comandantes que viveram parte do ministério em lancha Luzeiro. Além das autoridades religiosas havia também representantes do Governo, e Prefeitura. O lugar com capacidade para 15 mil pessoas ficou pequeno para o número de pessoas que chegou ao local.

Ao pôr do sol uma reflexão bíblica, e uma oração marcaram a dedicação e inauguração oficial da lancha Luzeiro XXVI. Ao som e luzes dos fogos de artifício a praia da ponta negra foi iluminada. Os efusivos aplausos demonstraram a satisfação da Igreja em resgatar essa história de sacrifício, perseverança e fé que permeou a vida dos nossos pioneiros no início do evangelismo na Região Norte.

3 comentários em “Meu povo, agentes de esperança no Amazonas

Adicione o seu

  1. Alessandro,
    Tenho comigo algumas pessoas interessadas em participar desse projeto : Lancha Luzeiro.tem algum endereço ou contato que eu possa passar para elas ?

    Agradecido,
    Leonardo Oliveira

  2. Oi Comunicador, saudações!
    Visite o site do Clube de Desbravadores Shalom da Raiz!!
    E parabéns pelo ótimo trabalho no Departamento de Comunicação aqui da Aceam. E vê se trás a TV Novo Tempo pra cá, rss. Valew!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: